Lisboa Tinto
Monte Doiro Tinto 2017

Monte Doiro Tinto 2017

Lisboa Tinto

Syrah
Tinto encorpado
Servir a 16º-18º
Assados, Caça, Queijo
Potencial de Envelhecimento
10.03 €
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 12
14 % Vol.

Estágio: 10 meses em barricas de carvalho francês (Radoux, Seguin Moreaux e Taransaud).

Solo: Encosta suave de excelente exposição, composição calcária e argilosa, do Jurássico Superior.

Clima: Microclima mediterrânico com influência atlântica, noites geralmente frias, máxima temperatura estival de        31 ºC, pluviosidade média de 675 mm, vento soprando em permanência. 

  Viticultura e Enologia: Graça Gonçalves com o apoio técnico de Gregory Viennois (enólogo-chefe da Maison M. Chapoutier).

Vindima e vinificação: Por parcela individualizada. Vindima manual, com escolha. Desengace sem esmagamento. Fermentação em cubas de inox com reprodução da pisa a pé. Rendimento por parcela: 35-40 hectolitros/ha.
Um Syrah domesticado nos aromas, muito mais ligado a uma certa tradição estilística das Côtes-du-Rhóne do que do modelo Novo Mundo, ou seja, mediana concentração, barrica discreta, aromas muito mais ligados às compotas e frutos vermelhos em calda. Macio e elegante na boca, é um tinto de agrado fácil e com boa aptidão gastronómica.
A Quinta do Monte D'oiro está localizada em Alenquer e é, sobretudo, conhecida desde o séc. XVII como sendo um local privilegiado para a produção de grandes vinhos. O objetivo do produtor José Bento dos Santos, conhecido comunicador e divulgador de gastronomia e vinhos, é a elaboração de vinhos de alta qualidade de estilo europeu, respeitando o terroir existente - uma combinação única de solos e clima. Na vinha do Monte D'Oiro estão plantadas as castas Syrah, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Petit Verdot e Viognier, com as quais o produtor tem elaborado alguns dos vinhos mais aplaudidos em Portugal e no mundo.
Marcas com que trabalhamos