Porto Kopke Reserve Tawny

Porto Reserva

Consumo Imediato
12.00 €
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 12
iva incluído
A C.N. Kopke é a mais antiga empresa de Vinho do Porto.

Foi fundada em 1638 por Cristiano Kopke e seu filho, Nicolau Kopke que tinha vindo para Portugal como Consul da Liga Hanseática.

Somando 4 séculos de sucesso no mundo dos vinhos do Porto, a marca Kopke, adquirida em 2006 pelo grupo Sogevinus, é hoje uma referência de prestígio, mantendo os objectivos de qualidade que a orientaram no mercado ao longo dos anos, sendo especialmente reconhecida nos Portos Colheita, com elevada notoriedade no setor.
Este Kopke Reserve Tawny em prova apresenta uma cor castanha com auréola aloirada. Um poderoso e rico bouquet especiado com toques subtis de baunilha. No palato é complexo, harmonioso com um final de qualidade.
Kopke

A marca Kopke surge com a família alemã do mesmo nome. Os Kopke, originários de Hamburgo, fixam-se em 1636 em Lisboa, onde Nicolau Kopke desempenhou o cargo de Cônsul Geral da Liga Hanseática. Dois anos mais tarde, em 1638, seu filho Christiano Kopke estabeleceu-se no Porto como comerciante e exportador de produtos portugueses, sendo ao mesmo tempo Cônsul no Norte. Deu início à exportação de Vinhos de Mesa produzidos na região, como parte integrante do seu negócio.

Quando o vinho - agora designado de Vinho do Porto - foi definido em características e reconhecido por isso, a Kopke tornou-se uma das marcas líder (1670/1680). Ao longo de muitas gerações, o negócio foi dirigido pelos membros da Família Kopke, construindo a excelente reputação que hoje os seus vinhos apresentam. Com a morte de Joaquim Augusto Kopke, em 1895, chegaram ao fim mais de 250 anos consecutivos de ligação da Família Kopke à Casa que tinha o seu nome. A partir de então, a C. N. Kopke & Cº, propriedade da família Bohane, passa a ser dirigida de Londres. A dificuldade em geri-la à distância, e os problemas financeiros causados pela II Grande Guerra, obrigaram Frank e Edgar Bohane a vender a Empresa em 1953 à Família Barros, cujo líder, Manuel de Barros, estava, já então, ligado ao negócio da exportação do Vinho do Porto.

A Casa Kopke manteve, no entanto, uma grande independência comercial. Manuel de Barros e os seus filhos, João Barros e Manuel Barros, dirigem a Companhia até meados dos anos setenta, tentando melhorar cada vez mais a imagem dos seus vinhos, e desenvolvendo uma importante e vasta unidade agrícola na Região do Douro, a Quinta de S. Luiz. Aqui foi, ao longo do tempo, modernizada a produção e cuidado o plantio de vinhas das mais conhecidas e variadas castas. É finalmente em Junho de 2006, que o Grupo Sogevinus adquire a C.N. Kopke & Cª Lda, mantendo a sua reconhecida marca como sinónimo de qualidade e prestígio, cujos quase 400 anos de existência no mercado o confirmam.

Hoje é reconhecida como a marca mais antiga de Vinho do Porto e líder incontestável na categoria “Colheita”.
Marcas com que trabalhamos
As entregas
Portes Gratuitos
Profissionais