Kopke Reserve Ruby

Porto Reserva

Consumo Imediato
12.30 €
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 12
iva incluído
A C.N. Kopke é a mais antiga empresa de Vinho do Porto.

Foi fundada em 1638 por Cristiano Kopke e seu filho, Nicolau Kopke que tinha vindo para Portugal como Consul da Liga Hanseática.

Somando 4 séculos de sucesso no mundo dos vinhos do Porto, a marca Kopke, adquirida em 2006 pelo grupo Sogevinus, é hoje uma referência de prestígio, mantendo os objectivos de qualidade que a orientaram no mercado ao longo dos anos, sendo especialmente reconhecida nos Portos Colheita, com elevada notoriedade no setor.
Intensa cor granada com laivo violeta. Nariz elegante e sedutor, dominado pela força dos frutos vermelhos a lembrar compotas. Na boca, é equilibrado, intenso e de boa estrutura, deixando sobressair a soberania da fruta vermelha.
Kopke

A marca Kopke surge com a família alemã do mesmo nome. Os Kopke, originários de Hamburgo, fixam-se em 1636 em Lisboa, onde Nicolau Kopke desempenhou o cargo de Cônsul Geral da Liga Hanseática. Dois anos mais tarde, em 1638, seu filho Christiano Kopke estabeleceu-se no Porto como comerciante e exportador de produtos portugueses, sendo ao mesmo tempo Cônsul no Norte. Deu início à exportação de Vinhos de Mesa produzidos na região, como parte integrante do seu negócio.

Quando o vinho - agora designado de Vinho do Porto - foi definido em características e reconhecido por isso, a Kopke tornou-se uma das marcas líder (1670/1680). Ao longo de muitas gerações, o negócio foi dirigido pelos membros da Família Kopke, construindo a excelente reputação que hoje os seus vinhos apresentam. Com a morte de Joaquim Augusto Kopke, em 1895, chegaram ao fim mais de 250 anos consecutivos de ligação da Família Kopke à Casa que tinha o seu nome. A partir de então, a C. N. Kopke & Cº, propriedade da família Bohane, passa a ser dirigida de Londres. A dificuldade em geri-la à distância, e os problemas financeiros causados pela II Grande Guerra, obrigaram Frank e Edgar Bohane a vender a Empresa em 1953 à Família Barros, cujo líder, Manuel de Barros, estava, já então, ligado ao negócio da exportação do Vinho do Porto.

A Casa Kopke manteve, no entanto, uma grande independência comercial. Manuel de Barros e os seus filhos, João Barros e Manuel Barros, dirigem a Companhia até meados dos anos setenta, tentando melhorar cada vez mais a imagem dos seus vinhos, e desenvolvendo uma importante e vasta unidade agrícola na Região do Douro, a Quinta de S. Luiz. Aqui foi, ao longo do tempo, modernizada a produção e cuidado o plantio de vinhas das mais conhecidas e variadas castas. É finalmente em Junho de 2006, que o Grupo Sogevinus adquire a C.N. Kopke & Cª Lda, mantendo a sua reconhecida marca como sinónimo de qualidade e prestígio, cujos quase 400 anos de existência no mercado o confirmam.

Hoje é reconhecida como a marca mais antiga de Vinho do Porto e líder incontestável na categoria “Colheita”.
Marcas com que trabalhamos
As entregas
Portes Gratuitos
Profissionais