Doda Niepoort Tinto 2011

Douro Tinto

Jaen, Alfrocheiro, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Amarela, Tinto Cão
Tinto encorpado
Servir a 16º-18º
Potencial de Envelhecimento
33.50 €
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 12
iva incluído
Rolf Niepoort foi o impulsionador e o seu filho Dirk o criador deste projecto que começou em 2000. Esta é a 10ª edição do Doda, colheita de 2011. Este vinho nasce do conceito de Rolf Niepoort, segundo o qual “o vinho Português ideal será aquele que consiga aliar a elegância, frescura e longevidade dos vinhos do Dão à estrutura e potência dos vinhos do Douro, que consiga conciliar a fruta dos solos de xisto do Douro com os aromas de caruma e mineralidade dos solos graníticos do Dão.”
O Doda apresenta uma bonita cor rubi carregada. Muito primaveril no aroma, com frescas notas florais e de frutos silvestres, num conjunto harmonioso mas muito vivo e expressivo. Na boca, vigoroso e com bom volume, mostra-se muito envolvente e profundo. Os taninos estão presentes mas bem integrados, estruturado e de perfil mineral. O final de boca é longo, carnudo e repleto de frutos silvestres. Um vinho que dá muito prazer enquanto novo, graças à sua robustez, embora se preveja um longo e saudável envelhecimento em cave.
Niepoort Vinhos

A família Niepoort tem vindo a produzir Vinho do Porto desde 1842. A primeira propriedade no Douro foi comprada em 1987 e Dirk Niepoort deu início a uma nova era na empresa com a criação do primeiro Redoma Tinto em 1991.

Nos últimos anos, a Niepoort lançou a si própria o grande desafio de interpretar outros solos e climas, e adquiriu duas propriedades noutras regiões: Dão e Bairrada. Descubra o Triângulo Niepoort que expressa os diferentes terroirs: Xisto (Douro), Calcário (Bairrada) e Granito (Dão).

Após terem criado em 2002 o primeiro vinho da família dos "Fabulosos", ao qual se deu o nome de "Fabelhaft", Dirk Niepoort insistiu em desenhar um rótulo original e distinto para cada mercado recorrendo a um artista local para ilustrar uma história adequada aos valores e sensibilidade de cada país e a sua relação com o vinho. "Diálogo", "Conversa", "Allez Santé", "Drink Me", "Alonso Quijano" ,"Fabelhaft", entre outros, são alguns dos nomes que os "Fabulosos" assumem atendendo à realidade dos mercados a que se destinam, respetivamente Portugal, Brasil, Bélgica, Inglaterra, Espanha e Alemanha.

Morada

Rua Cândido dos Reis, 670
4400-071 Vila Nova de Gaia
Marcas com que trabalhamos
As entregas
Portes Gratuitos
Profissionais