Douro Branco
Coche Niepoort Branco 2016

Coche Niepoort Branco 2016

Douro Branco

Rabigato, Códega do Larinho, Arinto
Branco encorpado
Servir a 10º-12º
Carnes brancas, Peixe
Potencial de Envelhecimento
55.92 €
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 12
Assumido claramente como o nosso branco mais luxuoso e exclusivo, o Coche é um vinho que tenta ir mais além na expressão da vinha, do local e da região de onde provém. Vinhas velhas e altitude são os factores-chave para o sucesso deste vinho. Assim, numa região quente, a grande preocupação foi equilibrar a acidez e o grande volume que este branco apresenta para chegar a um vinho fresco e “leve” com um enorme potencial de envelhecimento.

Neste vinho, o solo de micaxisto contribui com mineralidade e frescura. O estágio prolongado dá-lhe estabilidade e o tempo em cuba antes do engarrafamento integra melhor todos os elementos, tornando o vinho mais compacto e vivo.

A vindima de 2013 começou no dia 19 de Agosto, mais cedo do que o habitual, de forma a manter os níveis altos de acidez e evitar graus alcoólicos elevados. O ano foi mais produtivo, cerca de 25% relativamente ao ano anterior. A decisão de começar a vindima mais cedo acabou por se revelar acertada, uma vez que as principais vinhas tinham sido já vindimadas antes de começar a chover intensamente a 27 de Setembro.

O Coche provém de vinhas com mais de 70 anos, situadas na margem direita do rio Douro e a cerca de 600 metros de altitude. Depois de uma selecção das uvas na vinha, estas foram transportadas em caixas de 25kg num camião refrigerado. À entrada da adega, fez-se uma segunda triagem. Durante a noite, as uvas foram prensadas suavemente e decantadas durante um período de cerca de 24h. A fermentação alcoólica fez-se em barricas de carvalho francês, de 228l, maioritariamente usadas.

Durante o seu estágio em barrica (uma pequena parte em barrica nova), que durou 12 meses, o Coche fez a fermentação maloláctica, sem qualquer bâtonnage nem trasfega.

Estágio: 14 meses em barricas de carvalho francês (228l), em parte novas.

12.5%Vol

O Coche mostra uma vertente mineral muito intensa e profunda. Aroma de grande complexidade, luxuoso e muito elegante nas notas tostadas. Tem um perfil citrino com bonitas notas florais. Na boca, de acidez firme e fresco, é muito elegante nas notas de fruta fresca e apresenta um perfil ligeiramente salgado. Volumoso, com uma boa concentração, onde a barrica está em plena harmonia com o vinho, com lembranças de frutos secos. Final de boca muito delicado, fino e persistente. Um branco muito sério, para ser apreciado em copo do tipo Borgonha.

Acompanha peixe assado, carnes brancas. Pratos à base de natas. Gratinados. Risotto.

Sugestões vegetarianas: Lasanha de vegetais, cogumelos Portobello.
Niepoort Vinhos

A família Niepoort tem vindo a produzir Vinho do Porto desde 1842. A primeira propriedade no Douro foi comprada em 1987 e Dirk Niepoort deu início a uma nova era na empresa com a criação do primeiro Redoma Tinto em 1991.

Nos últimos anos, a Niepoort lançou a si própria o grande desafio de interpretar outros solos e climas, e adquiriu duas propriedades noutras regiões: Dão e Bairrada. Descubra o Triângulo Niepoort que expressa os diferentes terroirs: Xisto (Douro), Calcário (Bairrada) e Granito (Dão).

Após terem criado em 2002 o primeiro vinho da família dos "Fabulosos", ao qual se deu o nome de "Fabelhaft", Dirk Niepoort insistiu em desenhar um rótulo original e distinto para cada mercado recorrendo a um artista local para ilustrar uma história adequada aos valores e sensibilidade de cada país e a sua relação com o vinho. "Diálogo", "Conversa", "Allez Santé", "Drink Me", "Alonso Quijano" ,"Fabelhaft", entre outros, são alguns dos nomes que os "Fabulosos" assumem atendendo à realidade dos mercados a que se destinam, respetivamente Portugal, Brasil, Bélgica, Inglaterra, Espanha e Alemanha.

Morada

Rua Cândido dos Reis, 670
4400-071 Vila Nova de Gaia
Marcas com que trabalhamos
As entregas
Portes Gratuitos
Profissionais